sábado, 4 de abril de 2015

WD-40 - Você não sabe do que ele é capaz!!!


Você conhece o WD-40? Ja usou alguma vez em sua casa?


Garanto que muitas pessoas além de conhecer esse produto, já fez uso dele de alguma forma inusitada.....isso mesmo, essa latinha azul e amarela não é um simples desengripante.
Bom, o nome WD-40 significa "Repelir Agua", Water Displacement em inglês, e o numero 40 foi a quantidade de tentativas para chegar na formula ideal, que existe até hoje muito bem guardada.
A princípio, sua aplicação era destinada a manutenção e conservação de misseis e fuselagem de aviões.


Mas, logo se descobriu varias utilidades. Algumas delas justamente nos ajudando com os problemas de nossos carros. Vamos listar alguns:


- Remove o piche e o asfalto da pintura do carro, sem danificar a pintura: Parece milagre, mas realmente funciona....Não sei no caso da foto....hehehe.


- Ajuda na limpeza e mantem limpo os para-choques do carro: Sabe aqueles bichinhos que grudam quando viajamos a noite...então, passando uma leve camada de WD-40, fica mais difícil deles grudarem.


- Elimina rangidos e lubrifica as maçanetas e trincos das portas: Aquele barulho de carro velho e mal cuidado quando se abre a porta.....nunca mais!!!


- Retira e evita a formação de zinabre nos conectores das baterias.


- Em regiões muito frias, impede de grudar gelo nas partes metálicas dos carros.

Sem falar que ajuda em todo tipo de montagem de desmontagem de peças que estão enferrujados.
Essas e muitas outras dicas, você pode encontrar no site do fabricante: WD-40
Pense bem, antes de começar a marretar e quebrar as peças experimente usar um pouquinho de WD-40....pode tornar seu serviço muito mais prazeroso.
Continue Lendo...

terça-feira, 24 de março de 2015

Sonda Lambda....isso existe no seu carro!


Isso mesmo....não é nenhuma peça alienígena, nenhuma zoação, é um item muito importante do seu carro.

Mas afinal, o que é "Sonda Lambda"?


A sonda lambda é um dos componentes mais importantes do carro, na parte de injeção eletrônica. Embora seja um mistério para muitas pessoas, e até para alguns mecânicos, essa peça pode ser a culpada por seu carro gastar muito combustível, ficar com a marcha lenta oscilando, e até perder potencia.

- Fique esperto....não é a mesma coisa:
   - Qual a diferença entre "Remanufaturada" e "Recondicionada"?

Embora a sonda lambda seja mais resistente do que possa parecer, vários fatores podem vir a causar uma falha ou defeito, deixando muitos mecânicos malucos. Um dos principais pode ser o combustível de má qualidade, mas também óleo, manutenção incorreta e até a falta de manutenção preventiva.


Nos carros antigos, as sondas eram colocadas logo após o coletor de escape, pois necessitavam de trabalhar com temperaturas acima de 300º C. Nos carros mais modernos, não existe mais essa necessidade, uma vez que as sondas possuem uma resistência que atinge essa temperatura rapidamente. A vida útil de uma sonda antiga é de 80.000 quilômetros e as mais recentes (com resistência interna) possuem vida útil de até 160.000 quilômetros.


A função do sensor lambda é monitorar a presença de oxigênio nos gases do escape do motor. Através disso, ele envia um sinal elétrico à injeção eletrônica para controlar a quantidade ideal de combustível que será enviado para o motor. Caso o sensor esteja com defeito, a injeção eletrônica não saberá qual a dosagem ideal de combustível, podendo enviar mais do que o necessário, causando um gasto desnecessário de combustível, além de causar desgaste de outras peças, como o catalisador por exemplo. Tudo isso acaba se tornando um prejuízo para seu bolso.


Por falta de experiência e conhecimento, muitos mecânicos acabam trocando o sensor lambda simplesmente por motivos apresentados na verificação da injeção eletrônica, mas nem sempre ele é o culpado. Outros defeitos recorrentes de outras peças do motor podem acarretar uma medição errônea do sensor, fazendo com que a peça seja a culpada da falha. Por esse motivo, o ideal é sempre pedir uma verificação detalhada ou até o caso de uma segunda opinião, até pelo bem de seu bolso.
Continue Lendo...

segunda-feira, 16 de março de 2015

Lavagem a Seco.....funciona?

Nos dias de hoje, muito se fala em economizar água, reduzir o consumo e até reaproveitar. Acontece que para os amantes de carros, manter o carro limpo é uma regra.


Só que para isso, demanda grande quantidade de água. Para esse problema, hoje existe no mercado, a lavagem a seco de automóveis.

Embora encontramos resistência nesse novo método de limpeza, algumas empresas de nome no mercado desenvolveram produtos que prometem limpar seu carro, sem uso de água, e melhor, sem riscar, sem manchar e ainda prometendo manter seu carro limpo por mais tempo.

Como isso acontece???

Tudo começa com a aplicação de um produto que, em contato com a sujeira forma uma película protetora, impedindo a mesma de "arranhar" a pintura. Esse produto é muito concentrado, permitindo que uma grande parte do veículo seja limpo.


Após a aplicação do produto e espalhar com uma toalha de microfibra, espera se um pequeno intervalo para o produto agir e se limpa, usando outra toalha, sempre de microfibra.


Ao mesmo tempo que se retira o produto, vai se formando uma película protetora na pintura, fazendo com que se torne mais difícil o acúmulo e encrustamento de sujeiras.


Após a limpeza, o produto deixa a pintura com aparência brilhante. Mesmo depois de alguns dias, quando a poeira atinge novamente a pintura, apenas com o passar de um pano, normalmente microfibra, a sujeira sai facilmente, devolvendo o brilho e aparência de carro que acabou de ser limpo.

E após isso, parabéns, você economizou aproximadamente 300 litros de água, média de uso para uma lavagem.


Normalmente esses produtos são encontrados em grandes mercados e lojas especializadas em Embelezamento Automotivo.
Continue Lendo...

sexta-feira, 13 de março de 2015

Cheiro de gasolina dentro do carro!

Normalmente sentimos o cheiro de gasolina somente no posto de combustível mas, em alguns casos, o motorista também percebe o cheiro no interior do veículo. Quando isso ocorre, devemos imediatamente procurar resolver o problema pois além de perder dinheiro com a evaporação do combustível, ainda corre-se o risco de um acidente.
Os pontos mais comuns são bocal de enchimento, respiro, mangueiras e vedações do tanque e da bomba.

Em alguns carros, existe uma tampa que dá acesso ao tanque de combustível bem embaixo do banco traseiro. As vezes acontece de rachar ou trincar, causando o forte cheiro dentro do carro.


Em alguns casos também o tubo de enchimento do tanque passa na lateral do porta malas, e pode acontecer de também trincar ou rachar, e o cheiro também vem para dentro do carro.


Agora, se o cheiro for sempre quando você para em algum lugar, semáforo ou garagem, deve-se verificar a bomba de combustível e seguir as mangueiras até a injeção ou carburador. Nesse caso, o ideal seria um mecânico acompanhar, pois ele saberá melhor o local onde normalmente acontecem os vazamentos.


Em todos os casos, nos primeiros sinais de cheiro forte, devemos procurar imediatamente um bom mecânico, para evitarmos problemas futuros.....e também economizar o nosso suado dinheiro.
Continue Lendo...

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

O carro mais rápido do Mundo


Como todos sabemos, o carro mais rápido do Mundo não costuma ser encontrado rodando pelas ruas a esmo. Um carro com esse título normalmente disputa alguma competição e outros somente podem ser adquiridos por uma pequena parcela da população.

Mas em certo momento nos perguntamos: " Qual o carro mais rápido do Mundo?"

Bom, até Fevereiro de 2014, a resposta seria: Bugatti Veyron Super Sport.


O bólido é capaz de atingir 431 km/h. Ele vai de 0 a 100 km/h em apenas 2,2 segundos.

Bem menos tempo que você demorou para ler do inicio da frase até esse ponto.....hehehehehe.....Mas, ele perdeu o posto.


Em Fevereiro o furioso Henessey Venom GT ultrapassou a marca e atingiu os 434 km/h.


Embora o Guiness não reconhece essa marca, a fabricante Pennzoil em parceria com a NASA documentaram essa velocidade e o recorde foi atestado no Centro Espacial John F. Kennedy, na Florida.
Para os curiosos, o modelo pesa apenas 1.200 kg, tem motor V8 com dupla turbina e vai de 0 a 300, eu disse 300 km/h em apenas 13,63 segundos, um tempo que muitos carros comuns levam para atingir os míseros 100 km/h.


O preço justifica o título: Em torno de US$ 1.200 milhão.

É, velocidade para poucas pistas, e carro para poucos donos também.
Continue Lendo...

sábado, 20 de setembro de 2014

Os tipos de pneus....você conhece o melhor pneu para seu carro?


O pneu é considerado um dos itens de segurança do veículo, mas você sabia que pode se tornar um item de risco se não escolher o pneu correto para seu tipo de utilização? É, muita gente não sabe disso. Mas vamos ajudá-lo a conhecer melhor o pneu.

Caso você não conheça intimamente seu pneu, recomendo a leitura do post "Conhecendo o pneu" para entender as inscrições que estão na lateral, pois elas não servem somente para merchandising do fabricante.

Atualmente existem no mercado alguns tipos de pneus que nos ajudam, tanto para economizar dinheiro como para aumentar a segurança da nossa viagem ou passeio.

Pneus Off-Road:
São pneus utilizados normalmente para quem anda em estradas, como o nome já sugere. Normalmente possui um desenho mais agressivo, com sulcos maiores e mais espaçados, tem a carcaça reforçada, pois enfrentam um terreno agressivo, sofrendo maiores agressões.

Pneus On-Road:
São pneus utilizados para quem anda em asfalto. São pneus com sulcos menores, para aumento da área de contato com o solo, tem um desenho para melhorar o escoamento de água e normalmente tem baixo ruído.

Com relação aos desenhos das bandas de rodagens, temos:

Assimétrico:
O mais atual na Industria de Pneu, normalmente vem identificado na lateral do pneu o lado, ex: Exterior ou Interior. O desenho da banda é diferente se compararmos o lado direito com o esquerdo. O motivo é que um lado é mais reforçado ajudando nas curvas, sustentação e força do veiculo e o outro lado ajuda no melhor escoamento da água, evitando aquaplanagem.

Simétrico:
O mais antigo e tradicional pneu encontrado no mercado, possui esse nome pois normalmente tem os desenhos dos dois lados iguais. Normalmente é o mais barato e possui o maior desempenho com relação a durabilidade, mas perde em performance nas pistas, principalmente molhadas.

Direcional:
Normalmente esses pneus são utilizados em carros de alta performance, pois seu desenho permite um melhor desempenho em altas velocidades e com uma ótima performance em pistas molhadas. Um ponto negativo é que esse desenho aumenta consideravelmente o ruido de rodagem.

Pneu Verde:
Fora os citados, também temos o Pneu Verde, que possui uma combinação de compostos que reduz o atrito e melhora o desempenho do mesmo, tornando-o mais leve, melhorando a resistência ao rolamento e causando menos ruído. Esse é o que todos chamam de "Ecologicamente correto", mas em virtude disso, é um pneu um pouco mais caro. Geralmente possui a banda de rodagem Assimétrica.

Pneus Off-Road não são recomendados para uso em asfalto, uma vez que terão um desgaste prematuro, menor área de contato com o asfalto e um alto aquecimento e os pneus On-Road não são recomendados para terra pois podem sofrer danos como pedaços da banda de rodagem arrancados.

Caso rodamos também em rodovias e enfrentamos muitas chuvas, o ideal é não utilizar o desenho Simétrico, optando pelo Assimétrico ou até o Direcional pois reduz consideravelmente o risco de aquaplanagem.
Continue Lendo...

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Conhecendo o pneu

Para que possamos escolher corretamente o melhor pneu para nosso carro, devemos conhecer todos os detalhes de um pneu....Mas como faço pra saber isso? Contato o fabricante do pneu? Pergunto ao mecânico? Ou ao vendedor do AutoCenter?
Nenhuma das alternativas.....podemos conhecer detalhadamente nosso pneu simplesmente olhando para as inscrições nas laterais dos mesmos. Vamos aprender um pouco:


Conforme a imagem acima, nas laterais dos pneus existem varias inscrições que muitos não sabem nem pra que servem.....mas todo motorista que se preze devera saber.

Data de Fabricação:

A data de fabricação do pneu vem logo depois da inscrição DOT (Departmant of Transportation). É uma sequência numérica de 4 dígitos, que indica a "Semana" e o "Ano" de fabricação, lembrando que a indicação de semana se refere às 52 semanas que temos no Ano. No exemplo, seria "Semana 10" e "Ano 2012".

Treadwear:

O índice TREADWEAR serve para informar a resistência ao desgaste do pneu, comparado a outro pneu, nas mesmas condições, podendo ser de 60 até 680. Quanto maior o numero indicado, maior será a quilometragem que o pneu suportará com relação à um pneu com menor índice.

Origem de Fabricação:

Indica o Pais de fabricação do Pneu

Medidas do pneu:

A medida do pneu normalmente é informada da seguinte forma: 175/70R13
No exemplo, temos as seguintes informações:
175 - Largura em milimetros do Pneu
70 - Indica que a altura do Perfil do pneu é 70% da largura, ou seja, 122,5 milimetros
R13 - Indica que é um pneu Radial, com aro de 13 polegadas.
Mais um exemplo:


Existem também algumas letras que vêm inscritas nos pneus (P, LS, ST e T), que significam:

P - Carro de Passeio (Passenger Car)
LS - Camioneta (Light Truck)
ST - Trailer especial (Special Trailer)
T - Pneu para emergência, uso temporário.

Aderência em pista molhada:

Existe um indicador de tração para aderência em caso de pista molhada, com as seguintes indicações
AA - Índice mais elevado
A, B, C - Índice mais baixos

Índice de aquecimento e dissipação de calor:

Esse índice demonstra a resistência ao aquecimento e a dissipação de calor do pneu, onde tem as seguintes denominações:
A - Índice mais elevado
B - Índice médio
C - Índice mais baixo

Velocidade máxima permitida:


Esse índice é tabelado, conforme a figura abaixo:

Índice de peso máximo suportado:


Esse índice também é tabelado, conforme abaixo:

Siglas TT e TL:

Essas siglas indicam se o pneu é com câmara de ar ou sem. TT seria TUBE TYPE, ou pneu com câmara e TL seria TUBELESS, pneu sem câmara. Normalmente se encontra os TL.

Agora que conhecemos as inscrições mais importantes, podemos escolher melhor o pneu que colocaremos em nosso carro.
Continue Lendo...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...